Setores público e privado investem US$17,8 bilhões para fortalecer economia produtiva

Foto: Prensa Presidencial

Caracas, 10 Ene. AVN.- A parceria entre os setores público e privado, através do Conselho Nacional de Economia Produtiva, investiu US$17,8 bilhões para importar matéria-prima e fortalecer o desenvolvimento socioprodutivo do país.

"O Conselho se transformou em um pensamento coletivo (setor privado e público). Os empresários privados colocaram US$11 bilhões para trazer matéria-prima e o Executivo Nacional através de uma acupuntura de divisas investiu US$ 6,8 bilhões. O setor privado pela primeira vez assumiu 60% desse investimento", destacou o presidente Nicolás Maduro nesta segunda-feira.

Maduro afirmou que esta instância tem construído as bases do diálogo produtivo com os empresários nacionais para consolidar um modelo econômico diversificado.

"Dou meu abraço de boa vontade, cheio de satisfações compatriotas empresários. Envio minhas saudações de trabalho e compromisso de boa vontade pelo desenvolvimento do país", disse para os empresários reunidos no Palácio de Miraflores, em Caracas.

O presidente destacou que em 2016 começou a renovação da economia que caminha para a superação do modelo rentista petroleiro herdado da IV República, e que se consolidará este novo ano.

"Mantemos um país funcionando mais além das sabotagens, por isso a Venezuela não se submete nunca mais ao Fundo Monetário Internacional. Somos um país livre e cada vez devemos ser mais livres com o desenvolvimento das forças produtivas e econômicas do país", afirmou.

O chefe de Estado disse que apesar de que 2016 foi um ano difícil, porque o país teve menos recursos devido aos baixos preços do petróleo, o governo bolivariano manteve e inclusive aumentou o investimento social em 73% do orçamento nacional.

"O ano (2016) de menor ingresso em dólares foi o ano em que mais construímos (359 mil moradias)", enfatizou.

10/01/2017 - 08:03 am